Após ter realizado com êxito o treinamento on-line do Controle de Poços do IADC para centenas de trabalhadores de perfuração em todo o mundo, LearnToDrill tem o orgulho de anunciar o lançamento do nosso super esperado curso IWCF.

Buy (English): $599

Compra (Español): $499

Iniciar Agora (Português): $499

Nota: Taxas adicionais aplicam-se com base no local do exame desejado.

Depois de concluir este curso on-line, você pode fazer o exame final da IWCF em Houston ou na Indonésia.

Se os locais acima não são adequados para você, você pode ir a qualquer local credenciado IWCF para agendar o exame final. Para locais não-Falck, você será responsável por organizar o exame diretamente.

Por que nosso curso é o melhor?

Leia sobre por que nosso curso é melhor do que nossos concorrentes!

3D poderoso, animações do fundo do poço e gráficos de cada conceito de Controle de Poço

Cada conceito explicado usando o nosso instrutor virtual de voz

Não é necessária experiência de perfuração!

Centenas de perguntas do questionário do IWCF para te fazer acertar tudo no exame do IWCF de primeira

Funciona em PCs, Macs, iPhones, iPads e dispositivos Android

Centros de exames disponíveis mundialmente. Os alunos podem fazer o exame em qualquer centro de exames credenciados pela IWCF em todo o mundo.

 

Quem deve fazer o treinamento IWCF Nível 2?

O treinamento IWCF Nível 2 é agora requerido para qualquer um que faça um curso IWCF pela primeira vez, mesmo se você quiser ter um nível mais avançado. Mesmo que você queira obter um certificado IWCF Fundamental (Nível 3) ou Supervisório (Nível 4), você DEVE primeiro ter o IWCF Nível 2.

Assim, não importa o seu trabalho ou experiência, se é a sua primeira vez tentando o Controle de Poços IWCF o nosso curso online IWCF Nível 2 é perfeito para você!

Quer saber a diferença entre os cursos IADC e IWCF? Veja este artigo interessante.


FAQ

O que vou aprender?

Dê uma olhada nos capítulos incluídos no nosso curso IWCF abaixo ou confira um programa completo do material do curso aqui no site da IWCF. Saiba mais sobre os conceitos básicos de perfuração, equipamentos de poço e fundamentos de controle de poços!

Quanto custa isso?

O curso tem um preço de $499. Isso inclui todas as taxas IWCF e é mais barato do que muitos cursos on-line do IWCF

Quanto tempo tenho para terminar o curso?

Depois de se inscrever no curso, você terá 6 meses para concluir o curso on-line. Depois de terminar o curso, você terá que entrar em uma sala de aula para fazer o exame IWCF e receber seu certificado de controle de poço.

Onde devo fazer o exame IWCF?

Centros de exames disponíveis mundialmente. Os alunos podem fazer o exame em qualquer centro de exames credenciados pela IWCF em todo o mundo.

Vou receber um certificado de controle de poço?

Sim! Após a conclusão bem sucedida do curso e passar no Exame IWCF, você receberá um Certificado de Controle de Poço IWCF para Controle de Poço Nível 2. Este certificado é válido por cinco anos e é reconhecido pela maioria dos empreiteiros de perfuração em todo o mundo.

  

Currículo do Curso

Capítulo 1 Material de Pré-requisito
1.1
Introdução à Perfuração

Uma introdução básica na criação, exploração e perfuração de hidrocarbonetos. Como são formados o petróleo e o gás? Quais são algumas das técnicas usadas para procurar petróleo e gás? Como a perfuração um buraco se diferencia de cavar um buraco?

1.2
Introdução à Perfuração em Terra

1.3
Matemática

Fornece links para valiosos recursos Matemáticos on-line para aprender e se atualizar antes de iniciar o curso.

1.4
Densidade

Uma explicação sobre Densidade. Examina a densidade no nível molecular e introduz a equação para a densidade. Estuda as conseqüências da densidade quando as substâncias diferentes são misturadas junto, tais como o óleo, a água e o gás.

1.5
Pressão

Examina a pressão através de vários exemplos diferentes da vida real. Introduz os alunos aos diferenciais de pressão e ao conceito de equilíbrio; Preparando o cenário para discussão posterior sobre a pressão no poço.

Capítulo 2 Introdução ao Equipamento
2.1
Equipamento de Perfuração Básico

Usando a animação, apresenta aos alunos os fundamentos básicos do processo de perfuração. Introduz a broca, comando de perfuração, tubo de perfuração e a torre. Em seguida, introduz o revestimento e o processo de cimentação. Todos os conceitos ensinados e explicados para serem acessíveis aos alunos sem conhecimento prévio de perfuração.

2.2
Sistema de Circulação de Lama

Usando animações poderosas, é apresentado aos alunos cascalhos e uma explicação sobre a necessidade de perfurar a circulação de lama para remover os cascalhos do poço. Utilize as animações de superfície e de fundo para percorrer todo o sistema de circulação de lama. Por fim, permite aos alunos visualizarem equipamentos envolvidos no processo de limpeza de lama através da animação do funcionamento interno das peneiras e do Desgaseificador.

2.3
Sistema de Circulação de lama Submarino

2.4
Tubos e Mainfolds

Utiliza exemplo real de um sistema rodoviário para introduzir válvulas e mainfolds em uma plataforma de perfuração. Estudo sobre a definição, função e importância da bomba, standpipe e choke mainfolds através de animações vibrantes. Introduz o estrangulador ajustável e brevemente comenta a sua importância em operações de controle de poço.

2.5
Workover e Completações

Oferece uma introdução sobre arames, completações e operações de produção. Introduz a importância de um Lubrificador em abaixar o arame efetivamente no poço. Usa animação para examinar o papel de um obturador durante o processo de conclusão. Por último, dá uma olhada na importância de Árvores de Teste e Árvores de Natal na regulação de controle de poço após as operações de perfuração terminarem.

Capítulo 3 - Teoria de Kick
3.1
Erupções

Define a erupção e apresenta as terríveis conseqüências de uma erupção incontrolada causando danos pessoais, perda de equipamento e danos ao meio ambiente. Então, introduz o kick e examina como um kick é causado por diferenciais de pressão e como um kick pode se transformar em uma erupção.

3.2
Introdução ao Controle de Poço

3.3
Pressão de Formação

Oferece um olhar abrangente na formação de pressão profunda do subsolo. Primeiro, introduz o conceito de porosidade - estudando as rochas de formação a um nível molecular. Em seguida, examina as pressões subterrâneas antes e depois da perfuração, examinando quais pressões são removidas durante as operações de perfuração. Por fim, examina a Pressão da Formação Gradiente e examina como a pressão de formação pode ser calculada matematicamente. O aluno deve interagir e responder a uma pergunta para completar a lição.

3.4
Pressão hidrostática

Examina a pressão exercida por uma coluna de fluido, tanto dentro como fora do poço. Deriva a equação geralmente aceita para pressão hidrostática em um poço e orienta os alunos através de exemplos. As perguntas interativas no módulo exigem que o aluno leia, responda e pense sobre a pergunta enquanto passa pela aula.

3.5
Pressão da Bomba

Introduz fricção e examina como as perdas friccionais perdem contato contra qualquer movimento ao longo de uma superfície. Identifica a Pressão da Bomba como a pressão necessária para superar as perdas de fricção em todo o sistema. Por último, explica como a perda de carga no anular pode contribuir para a pressão no fundo do poço.

3.6
Teoria Kick

Junta a Formação de Pressão e a Pressão de Fundo para examinar exatamente o que faz um Kick ocorrer.

3.7
Efeito Tubo em U

Usa animação para indicar a localização exata do Tubo em U dentro do poço. Em seguida, introduz o efeito Tubo em U com um exemplo.

3.8
Perda de Circulação & Fraturas

Explica a segunda parte da Teoria Kick; as consequências de deixar a Pressão no Fundo do Poço se tornarem muito maiores do que a Pressão de Formação. Através da animação, é demonstrado como a Perda de Circulação pode fazer com que a Profundidade Vertical Verdadeira caia e provoque um kick.

3.9
Pressão na Superfície

Explica a pressão sentida no equipamento de superfície da plataforma e as consequências de exceder os limites máximos de pressão na superfície do equipamento de poço. Cria uma analogia para comparar a pressão da superfície do poço com a pressão superficial sentida na tampa de uma garrafa de refrigerante agitada.

Capítulo 4 Fluidos
4.1
Fluidos de perfuração

Explica as principais diferenças e os prós e contras relativos de lamas de perfuração baseadas em óleo e à base de água. Além disso, explora sucintamente lama à base de óleo sintético, pasta de cimento e fluidos utilizados durante o processo de workover e compeltação.

4.2
Balanço de lama

Introduz os testes Balanço de lama e Balanço de Lama Pressurizada usados ​​para calcular a densidade da lama na perfuração em ambientes duros.

4.3
Fluidos de Formação

4.4
Propriedades do Gás

Explica alguns dos gases mais perigosos experimentados durante as operações de perfuração, explorando as propriedades que os tornam perigosos para o pessoal da plataforma. Explica a baixa densidade de gás e como ele pode levar à migração de gás quando misturado com outros líquidos. Introduz a Lei de Boyle e o conceito de compressibilidade de gás.

4.5
Kick do Gás

De forma interativa e atraente, usa o exemplo de um kick de gás para demonstrar as conseqüências de duas abordagens diferentes para lidar com um kick de gás: 1) Levando um tempo muito longo para responder ao kick de gás e 2) Deixar o kick de gás migrar sem expansão. Em cada fase do movimento do kick para cima, o aluno deve realizar muitos cálculos.

Capítulo 5 - Sistema de Prevenção de Erupção
5.1
Apresentação do BOP

Conceitualmente introduz o BOP stack e sua importância em fechar o poço para impedir que o líquido alcance a superfície. As diferenças entre o anular e os preventores de gaveta são discutidos, usando animações 3D para demonstrar visualmente os atributos únicos de cada preventor. Os elementos de gaveta são discutidos assim como o papel do carretel da perfuração.

5.2
Prevenidores Anulares e de Gaveta

5.3
Equipamento Auxiliar BOP

5.4
Sistemas de Controle BOP

5.5
Teste de BOP

5.6
BOP Submarino

Capítulo 6 Equipamento de Controle de Poço
6.1
Pressão no Manômetro

Introduz a pressão no manômetro, explicando como os medidores de pressão são usados ​​através dos sistemas de circulação de lama para medir diferentes pressões na superfície. Especificamente, examina as principais pressões no manômetros e as pressões lidas durante as operações normais de circulação. A bomba de Pressão no Manômetro, Pressão no Manômetro Standpipe, o medidor de pressão do tubo de perfuração e o medidor de pressão do revestimento são examinados.

6.2
Gravação de Fluidos

Explica a importância da medição do fluido na detecção de problemas no poço. Introduz o Indicador de Nível de Poço, usado para medir a quantidade de fluido retornando aos tanques de lama, o Indicador de Retorno de Lama, usado para medir a velocidade do fluido retornando para os tanques de lama e o contador de Strokes da Bomba de Lama, usado para contar quantos strokes de fluido foram bombeados para o poço.

6.3
Controle de Gás

Reitera alguns dos desafios com o controle adequado de gás no poço. Introduz o detector de gás e sua importância na detecção de fluidos gasosos que são invisíveis para o olho humano. Aprofunda no Separador de Lama-Gás, examinando suas limitações e as consequências da ruptura e de sopro quando suas limitações podem ser excedidas.

6.4
Válvulas de Segurança

Explica a necessidade de fechar o tubo de perfuração além do anel. Introduz o BOP Interior, o Float Valve e a Válvula Aberta de Segurança

6.5
Barreiras

Capítulo 7 Causas dos Kicks
7.1
InsufficientHP

Estabelece algumas das diferentes maneiras que a pressão hidrostática pode se tornar menor que a pressão de formação, causando um Kick. Especificamente, discute como a retirada do tubo para fora do poço pode reduzir a Profundidade Vertical Total e como o processo de limpeza de lama, por vezes, pode remover barite e outros produtos químicos de ponderação, reduzindo o peso de lama.

7.2
Pistoneio

Usa uma animação no fundo do poço para permitir que os alunos visualizem o efeito de sucção do Pistoneio e como ele pode puxar o fluido de formação para cima do poço. Introduz a Pressão do Pistoneio e explica como ele age contra a pressão no fundo do poço.

7.3
Aumento da Pressão

Usa uma animação no fundo do poço para permitir aos alunos visualizar o efeito martelo de água de Aumento de Pressão e como ele pode criar pressão descendente significativa que provoca a fratura ou perda de circulação. Introduz a Pressão do Pistoneio e explica como ele age contra a pressão no fundo do poço.

7.4
Formação de Pressão Anormal

Volta no tempo para introduzir como as falhas foram formadas e como eles criaram zonas de pressão subterrâneas anormais. Dá aos alunos uma visualização realista do que realmente significa para uma formação ser anormalmente pressionada.

7.5
Fluxo de gás no anular

Introduz o Fluxo Anual de Gás, explica como ele pode acontecer e permite aos alunos visualizar os perigos que ele cria através da animação.

7.6
Kicks Intencionais

Explora vários kicks intencionais que criam situações em que o fluido de formação entra no poço. Explora a coluna de teste e operações de perfuração sub-equilibradas.

7.7
Causas de Kicks (Submarinos)

Capítulo 8 Detecção de Kick
8.1
Resposta rápida

Enfatiza a importância de responder a um kick o mais rapidamente possível, destacando as consequências de demorar muito tempo para responder.

8.2
Indicadores de Kick

Aprofunda nos indicadores diferentes de um Kick. Introduz o Tanque de Manobra e o papel do monitoramento cuidadoso do Tanque de Manobra na detecção de um kick durante as operações de manobra. Além disso, examina a Checagem de Fluxo, examinando o conceito e os procedimentos envolvidos em Checagem de Fluxos durante as operações de perfuração e manobra.

8.3
Sinais de aviso do Kick

Introduz os sinais de aviso que a pressão da formação está aumentando ou que nós incorporamos uma formação anormalmente pressionada. Exemplos incluem mudanças no peso de lama da lama de perfuração de retorno, aumento da viscosidade da lama de perfuração e geração de cascalhos de rochas de forma estranha.

8.3
Detecção de Kick Submarino

Capítulo 9 Procedimentos de Perfuração
9.1
Manobrando

Introduz a Folha de Manobra e sua importância na monitoração do Tanque de Manobra durante as operações de manobra. Estudo através de um exemplo específico de tubo sendo puxado para fora do poço e os detalhes que seriam registrados em uma folha de manobra.

9.2
Arame & Revestimento

9.3
Problemas de Gases Rasos

Explica como os perigos de kick de gás podem ser grandemente exagerados em profundidades rasas. Introduz o diverter, explicando como ele pode ser usado efetivamente em situações de poço raso

9.4
Conceito de Fechamento

Fornece um detalhado, passo-a-passo com compreensão conceitual do impacto de pressões subterrâneas bem fechadas. Usando o exemplo de uma tampa de garrafa, explica como o fechamento do poço faz com que a pressão no fundo seja automaticamente igual à pressão de formação.

9.4
Equipe Técnica de Perfuração

9.5
Perfuração de Furo Superior

Capítulo 10 Procedimentos de Kick
10.1
Conceito de Fechamento

Fornece um detalhado, passo-a-passo com compreensão conceitual do impacto de pressões subterrâneas bem fechadas. Usando o exemplo de uma tampa de garrafa, explica como o fechamento do poço faz com que a pressão no fundo seja automaticamente igual à pressão de formação.

10.2
Circulação Anormal

10.3
Procedimento de Fechamento e Verificação

Define a importância dos procedimentos envolvidos no processo de fechamento do poço, tanto durante as operações de perfuração como de manobra. Também explica a importância e o procedimento envolvido na verificação de que o poço foi fechado com sucesso.

10.4
Parâmetros de Gravação

Explica os três parâmetros mais importantes que precisam ser gravados após o encerramento: Pressão de Fechamento do Tubo de Perfuração (SIDPP), Fechamento do Manometro de Revestimento (SICP) e Ganho de Tanque Estimado Fala sobre a importância do SIDPP e do SICP na compreensão da Pressão de Formação e explica por que o SIDPP é geralmente inferior ao SICP.

Capítulo 11 Métodos de Kick
11.1
Métodos Constant BHP

Introduz, conceitualmente, a importância e o poder dos métodos de controle de poço no buraco inferior. Explica como a manutenção da pressão constante no fundo do poço pode evitar kicks adicionais, perda de circulação e problemas de pressão superficial. Explica como ligar a bomba pode aumentar a pressão no fundo do poço e arriscar um kick, enquanto abrir o estrangulador ajustável pode reduzir a pressão quando necessário.

11.2
Registro de Kill

11.3
Métodos de Kill

Explica os dois principais Métodos Kill: O Método do Sondador e o Método do Engenheiro - indicando as principais diferenças, os prós e os contras de cada método e os respectivos passos envolvidos na execução correta de cada método.

11.4
Métodos de Kill Submarinos

Capítulo 12 Conclusão
12.1
Riscos do Controle de Poços

12.2
Conclusão